Medicamentos o remédios importados: Pantotenato Cálcio

como importar

Como importar Medicamento ou Remédio no Brasil ?

Como importar Medicamento ou Remédio no Brasil  Para que você não tenha surpresas ou inconvenientes junto a Anvisa com seu Medicamento (Remédio) comprado no exterior na hora do desembaraço aduaneiro, aconselhamos que antes de comprar qualquer Medicamento (Remédio) você consulte o link abaixo da Anvisa para descobrir se o mesmo já tem registro no Brasil. Caso o remédio importado já exista a venda no Brasil você não poderá importá-lo através de nossa empresa devido a legislação brasileira. Comercializamos apenas Medicamentos do exterior (Remédios do exterior) que não tenham registro no Brasil e que não estejam a venda nas farmácias e drogarias brasileiras. http://www7.anvisa.gov.br/datavisa/consulta_produto/Medicamentos/frmConsultaMedicamentos.asp Para você descobrir se existe ou não registro no Brasil basta abrir o link acima e colocar apenas o nome do Medicamento Importado (Remédio Importado) , ou caso prefira  entre em contato com um de nossos operadores através de nosso site pelo chat online ou por um de nossos telefones no Brasil ou nos Estados Unidos. Medicamentos Com Nomes Diferentes na Europa e nos Estados Unidos. Lembramos que muitos Medicamentos existem tanto na Europa como noa Estados Unidos e muitas vezes o nome e diferente porem o principio ativo e o mesmo como por exemplo o Gutron que e o Midodrine nos Estados Unidos, ou por exemplo um para fazer teste   de ACTH chamado de Cortrosyn nos Estados …

dovobet

Dovobet – Remédios para psoríase | Medicamentos importados

Dovobet Dovobet é um medicamento utilizado em áreas afetadas por psoríase. O remédio atua regulando a taxa de produção de células da pele, prejudicada pela doença. Dovobet contém calcipotriol e betamenthasone. Enquanto o calcipotriol ajuda na regulagem da quantidade de células da pele sendo produzidas, o calcipotriol ajuda a reduzir a inflamação. Pessoas alérgicas a calcipotriol ou betamenthasone não devem utilizar Dovobet, sob o risco de sofrerem sérias reações alérgicas. Antes de iniciar o tratamento com Dovobet, o médico deve ser informado sobre o histórico de saúde do paciente ou se este está tomando algum outro tipo de medicação, vitamina, suplemento alimentar ou outras substâncias, ainda que naturais. O paciente deve seguir todas as indicações dadas pelo médico durante todo o tratamento com Dovobet. Jamais deve utilizar uma dose maior ou menos que a indicada, assim como não pode interromper o tratamento sem autorização do profissional de saúde, mesmo que os sintomas da doença estejam mais brandos ou tenham desaparecido. A interrupção abrupta do tratamento com Dovobet pode ocasionar uma piora do quadro de psoríase. O Dovobet não deve ser utilizado durante a gravidez. Pacientes mulheres grávidas ou planejando gravidez devem conversar som seu médico sobre tratamentos alternativos. O médico também deve ser consultado …

Hydrocortisone

Hydrocortisone – Remédio para Pele | Medicamento importado

Hydrocortisone O Hydrocortisone é um medicamento de uso tópico para o tratamento de inflamações na pele. Essas inflamações podem ser causadas por bactérias, fungos ou vírus, assim como também podem ser resultado de alergias e outras doenças da pele. É impotante que o paciente siga todas as instruções do seu médico ao iniciar o tratamento com Hydrocortisone. Também deve informar ao profissional de saúde todo o seu histórico de doenças e se está fazendo uso de algum medicamento, vitamina, suplemento alimentar ou infusões naturais. Deve-se tomar cuidado ao aplicar Hydrocortisone em crianças, pois essas costumam absorver mais facilmente o medicamento. O médico deve acompanhar o tratamento de perto. O paciente deve seguir a dosagem e o cronograma indicados pelo médico. Jamais se deve aplicar doses maiores ou menores de Hydrocortisone, assim como interromper o tratamento sem autorização, mesmo que os sintomas não sejam mais aparentes. Não há indícios de que Hydrocortisone seja prejudicial a fetos, ainda assim, pacientes mulheres que estejam grávidas ou planejando engravidar, devem comunicar sua condição ao seu médico responsável. Ainda que Hydrocortisone não passe de mãe para filho através do leite materno, pacientes mulheres que esteja amamentando, devem conversar com seu médico sobre os riscos do uso do medicamento nessa fase. Para a …

Diacomit

Diacomit – Remédio para Epilepsia | Medicamentos importados

O Diacomit é um medicamento anti-epiléptico que contém o princípio ativo stiripentol. O remédio é utilizado no tratamento de convulsões em pacientes jovens, principalmente entre os que sofrem da Síndrome de Dravet. Normalmente, o Diacomit é utilizado em conjunto com clobazam e valproate para diminuição de convulsões e perda de consciência. É um medicamento que só pode ser comprado com prescrição médica. É possível que durante o tratamento com Diacomit, o médico diminua a dose de clobazam do paciente. A dose de valproate deve continuar a mesma. O tratamento com Diacomit só pode ser indicado por um médico e acompnhado por ele durante todas as suas fases. O paciente deve estar atento às orientações médicas e nunca modificar suas indicações, seja diminuindo ou aumentando a dose, assim como a interrupção do tratamento. Antes de iniciar o tratamento, o paciente deve informar ao médico todo o seu histórico de doenças e se toma algum tipo de substância, incluindo outros tipos de remédios, vitaminas, suplementos alimentares e infusões naturais. O médico deve avaliar se algum deles pode oferecer risco se ingerido junto com Diacomit. Mesmo que as convulsões ou perda de consciência fiquem mais raras após o início do tratamento com Diacomit, o paciente só pode deixar de tomar o …

Cystagon

Cystagon – Remédios para Rins | Medicamentos importados

Cystagon Cystagon cysteamine é um medicamento que reduz a produção de cistina no organismo humano. Pacientes que apresentam quadro de cistinose sofrem com a produção exagerada desse aminoácido, o que pode levar a problemas graves nos rins ou outros órgãos. Antes de iniciar o tratamento com Cystagon, o paciente deve informar ao médico todo o seu histórico de doenças e alergias, além de fornecer uma lista completa com todos os medicamentos que esteja fazendo uso, com ou sem prescrição médica. É indispensável comunicar ao médico se o paciente já sofreu de alguma dessas doenças antes de começar a fazer uso de Cystagon: alergias na pele, fraturas ósseas, epilepsia ou convulsões, doenças renais, baixa concentração de plaquetas no sangue, depressão, problemas no sistema nervoso ou úlceras. Embora não existam estudos que comprovem que o uso de Cystagon possa ser prejudicial a fetos, mulheres grávidas ou planejando engravidar devem conversar com seu médico para discutir os riscos do medicamento. O Cystagon não passa de mãe para filho através do leite materno, ainda assim não é aconselhável fazer uso do medicamento enquanto estiver em período de amamentação. O paciente deve tomar Cystagon exatamente como indicado pelo médico, nunca em doses maiores ou menores que as prescritas ou em horários …

Poluição Mata

Poluição Mata   Poluição do ar mata 1,3 milhão ao ano   Conheça algumas doenças e condições geradas ou agravadas pelo ar poluído  O ar poluído é um dos mais graves riscos ambientais para a saúde. Segundo a Organização Mundial de Saúde, os químicos inalados com a fumaça, a fuligem e o ar poluído são os responsáveis diretos por cerca de 1,3 milhão de mortes ao ano em todo o mundo. Além de aumentar os índices de infecções respiratórias, doenças cardíacas e câncer de pulmão – e também as taxas de mortalidade por estas doenças – a poluição pode gerar ou agravar uma série de outras enfermidades e condições. Conheça algumas delas: 1 – Doenças cardíacas: o ar poluído gera alterações na pressão, um fator de risco para o coração. 2 – Câncer de pulmão: estudo mostrou que quem vive em áreas poluídas tem 20% mais chance de ter a doença. 3 – Apendicite: as internações causadas por esta doença aumentam quando as pessoas são mais expostas à poluição. 4 – Infertilidade masculina: gases tóxicos interferem na qualidade do sêmen, dificultando a fecundação do óvulo. 5 – Sinusite: o ar poluído que entra pelas narinas agrava a sinusite, irritando as mucosas. 6 – Pele: as toxinas presentes no …

campral

Campral – Remédio para Alcoolismo | Medicamento importado

Campral Campral é um medicamento que auxilia no balanceamento de algumas substâncias cerebrais prejudicadas pelo uso contínuo de álcool. O Campral é utilizado em pacientes que estão em tratamento contra o vício em álcool e se encontram em fase de desintoxicação. Este medicamento não tem efeito em pessoas que ainda não deixaram de ingerir álcool ou no tratamento de outros tipos de vícios. O Campral deve ser tomado em combinação com outros remédios que ajudarão o paciente a não ter recaídas. O uso de Campral pode comprometer a capacidade de respostas rápidas do cérebro, por isso não é recomendável que o paciente em tratamento dirija ou opere máquinas pesadas, assim como também é desaconselhável o desenvolvimento de tarefas que necessitem reações rápidas. O paciente deve tomar a dose exata de Campral indicada pelo médico, nunca maior ou menor, asism como não deve interromper o tratamento sem orientações do profissional, mesmo que os sintomas de recaídas tenham desaparecido. O Campral não diminui os efeitos causados pelo uso constante do álcool, mas o tratamento com o medicamento deve ser iniciado tão logo o paciente deixe de ingerir álcool. O médico deve ser imediatamente informado caso o paciente em tratamento com Campral consuma qualquer quantidade de bebida alcoólica. Pessoas …

bendalina

Bendalina – Remédios para Catarata | Medicamento importado

Bendalina O Bendalina é um colírio anti-inflamatório utilizado no tratamento de catarata degenerativa pré-senil e senil, catarata juvenil, catarata diabética, opacificação do cortex ou do núcleo cristalino. O Bendalina também pode ser utilizado na prevenção de cataratas em doentes com catarata incipiente ou aparecimento de catarata secundária. Pacientes com alergia à composição de Bendalina não devem utilizar o medicamento. O médico deve ser informado sobre todos os medicamentos que o paciente esteja tomando, pois muitas substâncias podem desencadear efeitos adversos se combinadas com Bendalina. Entre os medicamentos que não devem ser combinados com Bendalina se encontram os hipertensores e os diuréticos. O médico deve informar restrições de medicamentos ou de alimentos durante o tratamento e estas devem ser seguidas pelo paciente. A Bendalina apresenta o risco de absorção sistêmica, que pode ocasionar efeito laxante, perturbações gastrointetsinais e hepatotoxidade. Algumas reações cutâneas foram raramente identificadas em pacientes em tratamento com Bendalina. Por isso é essencial que o a pessoa procure imediatamente o seu médico ao perceber sintomas de reação ao medicamento. A Bendalina não contém conservantes, por isso o restante do medicamento não utilizado deve ser totalmente descartado após o periodo de utilização. Pacientes que utilizem lentes de contato devem retira-las antes da aplicação de Bendalina. Não há estudos que indiquem …

Asparaginase

Asparaginase – Remédio para Câncer | Remédio Importado

Asparaginase O Aparaginase é um medicamento utilizado no tratamento de câncer – principalmente em casos de linfoma – que atua evitando a multiplicação e proliferação das células cancerígenas. Pacientes com alergia a Aparaginase ou outros medicamentos devem informar sua condição ao seu médico antes do início do tratamento. Muitas substâncias podem ter efeitos adversos se combinadas com Aparaginase, por isso o médico deve ser informado sobre todos os medicamentos que estejam sendo utilizados pelo paciente, inclusive suplementos alimentares, vitaminas e infusões naturais. O Aparaginase é ministrado no organismo por injeção muscular e recomenda-se que as doses sejam injetadas em alguma clínica ou unidade de saúde para que paciente receba pronto atendiemnto de emergência caso sofra com alguma reação alérgica imediata. O paciente também deve procurar auxilio médico se, após o uso de Aparaginase, perceber alguns sintomas de reação alérgica, como calafrios, dores no peito e inchaços de rosto, lábios, língua e garganta. Entre os efeitos colaterais causados pelo uso de Aparaginase estão dores no estômago, náuseas, vômitos, sangramentos, dores de caebeça severas, problemas de visão, fala e coordenação motora. O médico deve ser chamado se os sintomas persistirem. Efeitos colaterais mais severos podem surgir com o uso de Aparaginase, como problemas no pâncreas, coágulos sanguíneos e sangramentos sérios. …

azilect

Azilect – Remédios para Parkinson | Medicamentos importados

Azilect Azilect é um medicamento utilizado no tratamento de pacientes com Mal de Parkinson para amenização de sintomas como tremores, espasmos e ajuda na coordenação motora. O Azilect atua aumentando a concentração de algumas substâncias no cérebro humano. Alguns medicamentos podem ter efeitos adversos se utilizados em conjunto com Azilect, por isso é muito importante que o médico seja informado sobre todos os remédios que o paciente esteja tomando. O Azilect nunca deve ser combinado com cyclobenzaprine, dextromethorphan, meperidine (Demerol), methadone, ou tramadol (Ultram, Ultracet). Sua sobreposição pode trazer sérios riscos à saúde do paciente. Antes do início do tratamento com Azilect, o médico deve ser informado se o paciente tem histórico de pressão alta ou pressão baixa, doenças no fígado, ou se já foi medicado com antidepressivos e ciprofloxacin (um antibiótico). Pessoas que sofrem com Mal de Parkinson têm maiores chances de desenvolverem câncer de pele (melanona). O médico deve ser consultado caso seja percebido o aparecimento dos primeiros sintomas dessa doença. Não há estudos que demonstrem que Azilect pode prejudicar fetos, ainda assim é altamente recomendável que pacientes grávidas conversem com o médico a respeito dos riscos do uso do medicamento. Não se sabe se Azilect pode ser passado de mãe para filho através do leite materno, porém a …

boletim informativo


×